15.2.13

carinho





ontem deitei a cabeça no colo do meu filho e chorei
chorei mesmo e muito
quase tudo
e as mãozinhas dele na minha cabeça com um carinho, que só ele sabe fazer, foram o meu porto seguro
essas mãozinhas, que ainda são pequenas, mas já estão me alcançando
tem o mesmo efeito do dia em que senti a bochecha quentinha e vermelha desse menino pela primeira vez
quando senti, que estava tudo bem, que por mais complicadas que as coisas sejam em volta, a gente sempre vai se entender
me entreguei ao carinho, que toda mãe merece ter, que toda pessoa merece sentir
porque ser forte demais, dói demais
porque se esticar tanto para segurar tantas pontas, não é possível por muito tempo
e o melhor foi sentir, que ele estava ali tranquilo, retribuindo com a confiança de quem sabe o que é amor, cuidado e amparo
ontem, no meio de um dia caótico e de interferências perturbadoras, por um momento, senti que  não precisava de mais nada, de nada desse mundo, de nada de mim, pude só ser e sentir: um curativo bem fofinho foi colocado no meu coração.

ps. a vantagem de sentir amplificado é que vale pra tudo.


2 comentários:

  1. Te amo mais do que tudo ma.
    ASS: Caio R. Barros.
    Filho de Yuna R. Conceição.

    ResponderExcluir
  2. Que colinho gostoso hein!

    ResponderExcluir