27.6.11

calmaria sim ou não

e depois vem a calmaria
os dias passam vagarosos e sem pressa
as noites têm mais horas
nos sonhos andamos de carro antigo clássico, velho e cheio de charme
o encontro é confortável
o ar é quente e quando esfria é só respirar debaixo do cobertor
ou tomar um chá quente

as mãos mais leves passeiam carinhosas
e tudo o que passa correndo está longe, distante
e todo o vento é sopro entre as palavras poucas
tolas
faladas quase sem som na ponta da orelha

as cores do dia são suaves
muito azul claro, verde, estampas floridas e listras alegres

o pensamento vai e vem
vai em dúvida
volta sem resposta

só é possível viver o momento
fazer perguntas pode derrubar o castelo de cartas frágil e emaranhado

a calmaria vem mas tão singela
quase transparente
pode ficar invisível diante do turbilhão
o turbilhão do mas, do se, do talvez, do amanhã

21.6.11

dias turvos (tpm 2)

a vida é feita de altos e baixos

um alto vem e agente fica sentindo aquela sensação boa, pensando na sorte e em como tudo se encaixa, se emenda, dá certo, em como as pessoas são incríveis e lindas, como é bom estar em contato com elas.

num baixo o oposto ataca e tudo fica longe e distante, e o cheiro ruim dá alergia, a contradição do outro da vontade de fugir, brigar, gritar, as pessoas falam e falam e você não consegue entender nada, só quer ficar sozinha, ou só não quer ficar sozinha, mas não quer ninguém te cobrando e te perguntando coisas sobre as quais você não quer pensar, todos parecem inconvenientes ou indiferentes.

deu pra perceber que o baixo ficou maior? é porque estou nele.

fico tentando respirar profundamente pra me acalmar, cheiro de tinta em todo lugar que vou.

tento silenciar e acalmar minha mente, as vezes parece que ela está se esgotando, barulho, muito barulho em todo lugar, por todo o caminho as pessoas falam alto, deixam as TVs no último volume, falam e falam e nem se escutam só querem falar mais alto.

fiz uma escolha, a de não tomar remédios para anestesiar o que eu sou, os sentimentos que borbulham dentro de mim, a sensibilidade que sempre foi grande, mas as vezes parece que não dá, que não vou conseguir....

hum... não quero ficar me lamentando, tá já desabafei, como fazer dar certo, certo pra mim, o certo pra mim? o que é certo pra mim?

meu filho ta todo congestionado, meu namorado/noivo não pode fazer nada pra acelerar a entrega do nosso apartamento, minha mãe me deixa louca, mal falo com a minha irmã que sempre foi a minha melhor amiga e o meu trabalho é feito de coisas indefinidas.

toda criança tem resfriado, tosse, bronquite, calma, vai passar, muito rinossoro, inalação, xarope de eucalipto e bolinhas de homeopatia, calma já está melhorando, aos pouquinhos vai melhorando, daqui um mês tem retorno, se não der certo, otorrino, calma.

agosto entrega das chaves? confirmar isso. chão, armários, só o essencial pra mudar, fogão, geladeira. uma conta positiva ajuda, uma reserva seria ótima. planejar o que for possível, ter os passos em ordem, seguir uma lista por partes, a lista total assusta.

minha mãe não vai mudar, ela sempre foi assim e sempre será, ela está animada, querendo ajeitar sua vida, está certa, ela sempre vai falar alto, perguntar a mesma coisa umas 10 vezes, paciência, paciência, paciência. ela é mãe e avó, sempre vai achar que tudo que fala é para o nosso bem e que precisamos fazer o que ela está dizendo, escute, respire fundo, considere, faça com calma o que você acha certo.

irmãs atribuladas, ocupadas e nervosas, dar tempo ao tempo, quem sabe um dia agente para pra conversar uma com a outra.

trabalho, ir definindo o que der, melhor indefinido do que engessado, colocar uma coisa pra acontecer de cada vez, listas por partes, por projeto.

respirar ao ar livre
beber água
comer mais salada
ir com calma
não desanimar
nem deixar a alma de lado

20.6.11

TPM

oi! tudo bem?

não te liguei no domingo porque fomos ver kung  fu panda... você ficou bem? o disse que vocês assistiram um filme legal...
ele me contou que achou chato no restaurante japonês e que não quer ser amigo do...

o  me pediu desculpas no domingo, disse que não consegue ficar legal, que fica com ciúmes

eu acho que eu to de tpm to ficando meio desesperada com tudo, to com medo dela não vir :/

acho que a ficou brava porque eu reclamei que ela não deixa chocolate em pó para o leite do...

ou eu to de TPM mesmo ou tá tudo estranho, tá difícil manter as pessoas juntas...

tenho saudades daqueles dias que agente ficou super junto, mas ao mesmo tempo não quero terminar, acho que a não quer não ter seu quarto, e o nunca vai ser legal e eu fico chata também.... e o não quer ser amigo do, e vc também não deve querer...

devo estar de TPM, espero que venha logo antes que eu fique louca de vez!